12 março 2008

7 segundos

A quem possa interessar, um artigo muito esclarecedor do mesmo cara do já muitas vezes citado por aqui Music Thing, blog de excentricidades musicais dos mais legais que existem por aí. Pros iniciados no ingurish, of course.

Claro, eu me meto em engenharia de audio, entendo todos os termos técnicos que esse cara fala, uso com as próprias mãos todos os programas, equipamentos e plugins que empastelam a música atual, e luto com carne e com osso pra continuar a produzir música que soe orgânica e ao mesmo tempo "aceitável" industrialmente falando. É um quebra-cabeça. De certa forma, discordo um pouco dele quando ele diz que os discos todos soam iguais hoje em dia porque, com tudo isso, deve haver alguma diferença, já que todos os meses são lançados discos que amo, e outros que odeio.

Mas o que foi realmente novidade pra mim foi o teste dos 7 segundos a que as músicas são submetidas pra checar sua aceitabilidade num determinado perfil radiofônico. Acho que ainda não tem isso aqui no Brasil. Assustador. É técnica de guerra de publicidade sendo aplicada à música e, claro, influenciando a outra ponta, a composição e produção. É evidente que eu não sou nenhum pobre inocente que não conhece os ardis do mundo corporativo do entretenimento. Esse mundo tem tido minha contribuição ao longo dos últimos anos. Mas devo dizer que sinto que perante esses 7 segundos, minha obrigação é sentir nojo. Eca.

5 Comments:

Anonymous kaverna said...

Já ouvi falar em premunição, mas 7 segundos pra julgar e classificar um trabalho, é coisa pra mãe Diná.

12/03/2008 20:21  
Anonymous Bog said...

Muito esclarecedor mesmo. E eu que na minha inocência achava que tudo soava igual porque todas as músicas eram na verdade o Canon de Pachelbel.

Pior é que quando eu comecei a brincar de gravar as minhas coisinhas, não sabia que existia L1/L3. Aí eu mesmo fiz um maximizer, achando que tinha inventado a roda, ahahhaha.

Aliás, curioso esse papo de "não sou nenhum pobre inocente". Que decepção, Jonildo. Agora só falta eu descobrir que você come criancinhas, mata velhinhos para fazer sabão, fura olho de passarinho e amarra bombinha em rabo de gato. Tsc tsc tsc.

12/03/2008 23:19  
Blogger Rubs Troll said...

pode cre mermao

assunto interessante,so nao comento agora pois estou com dor no cu.

16/03/2008 09:53  
Anonymous Kaverna said...

Oh coitiado!

20/03/2008 15:12  
Anonymous Bog said...

Aliás, por falar em produção, Jonildo, vi na página do Pato Fu que vocês vão relançar o Rotomusic remasterizado. Fizeram o que? Tiraram pelo menos aquelas clipadas que pipocavam aqui e acolá?

21/03/2008 22:52  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home