26 outubro 2005

No Gargarejo


Ó o CD autografado aí...

Elvis Costello é o nome do querido modafacar. Me fez pela primeira vez em minha vida entrar num camarim como fã e pedir autógrafo. Levei os encartes do primeiro e do último disco. Ele tá fazendo show com a formação original (menos o baixista) de sua banda clássica, "The Atractions". Que coisa. E eu já dava como certo que ia morrer sem ver "I Dont Want to Go to Chelsea" ao vivo. Ainda mais com aquela banda. Falei isso pra ele. Tocaram "Oliver's Army". Tocaram "My Aim Is True". "Pump It Up". "Ship Building". E no momento mais "tiro pela culatra" do bananão dos últimos tempos, a re-clássica canção que pergunta "What´s so funny about peace, love and understanding?"

Tava vazião o Chevrolet Hall. Pouco me lixei.

Acho que poucas pessoas aqui vão saber direito de quem estou falando. Mas se quiserem ter uma noção do tanto esse cara me influenciou, troquem (mentalmente) a voz da Fernanda pela dele em várias de minhas composições ("Um Dia, Um Ladrão", "Imperfeito", e mais recentemente "Anormal") que vocês vão sacar que eu sempre quis ser ele quando eu crescesse.

Bão.

De volta à programação normal.

11 Comments:

Anonymous Ana Minehira said...

Vou procurar o som do Elvis Costello, eu tinha visto algo na rádio uol...
Fale mais dos sons que vc curte, sempre é legal conhecer som "novo"
Eu adoro, essas músicas que vc citou como composições influenciadas pelo Costello...agoar fiquei curiosa pra saber como seria na voz de Costello...

Terça-feira to lá no Bem Brasil...
abraços
bjim
menina atômica

27/10/2005 03:38  
Anonymous daniela said...

ah!! eu nao fui pq tava sem grana. vi o kiko ferreira no agenda dizendo q tinha 2 ingressos e só uma pessoa quis... quase chorei... ô john! por falar de música boa por acaso vc teria os dois albuns dos mulheres negras? Meu irmão tinha e eu gravei numa fita mas ela já era e ele vendeu junto com um monte de discos que ele tinha... inclusive Elvis Costelo. Aí o tio Rubinho chegou com um tantão de fitas k7 e o fominha do meu irmão catou a maioria... coisas de família. Aquele abraço.

27/10/2005 08:40  
Blogger Mila said...

Que bom vc virar "fã que vai ao camarim pedir autógrafo"! :)
Agora vc vai nos entender melhor. :D

Vi vc e a Fer no Conexão domingo. Estava sentada logo na frente de vcs.

Gostei da sua participação no show da Érika, Pink! :) Ela é muito fofa!! Fiquei só imaginando sua convivência com essas duas fofuras (ela e Fer) na sua casa/estúdio. :D

Aguardo ansiosa pelo cd dela.

Beijos!!

27/10/2005 09:31  
Anonymous Bruno Tasca said...

Falar em morrer sem ouvir alguma coisa, eu, que virei fã dôceis depois de véio, não posso morrer sem ouvir Spoc ao vivo, cierto?
Então, que tal tocá-la quando vierem aqui em Salvador? :)
Por falar em vir pra cá, por que o site do Rock'n Rio anuncia vocês mês que vem e o site de vcs não?

27/10/2005 09:52  
Anonymous daniel said...

po, legal! ele te ajudou entao!

já pode mudar pra bh!

27/10/2005 20:06  
Blogger Rubs Troll said...

Que diferenca que o passar do tempo faz...
A primeira vez que ouvi o Elvis Costello,com excecao da "I Dont Want to Go to Chelsea" ,achei-o "inaudivel".Fiz um pedido a uma estrela cadente pra que todos os seus discos desaparecessem da face da terra,de tao ruim que soou..
Passados uns 5 anos(ou mais)me caiu na mao o "Spike" e dai pra frente minha opiniao mudou a seu respeito.Ouvi de novo o que nao tinha gostado e dessa vez gostei.
Dai um dia ouvi uma musica no
"Elvis Costello & John Harle:
Terror & Magnificence"- O Mistress Mine e nao pude deixar de apreciar seu fraseado e vibrato.
Dai comecei a ve-lo na TV(cah em londres)em entrevistas e programas de auditorio e posso atestar:Grande talento pra cancoes,very british senso de humour,engordou com graca,estimado por colegas e concorrentes.Alem do que fez umas musicas legais com o Paul Mccartney(apesar de algumas fedorentas tambem...mas eh a vida)
Teve tambem ele com o Burtbacarah.Smooth...
o modafacar fez mais discos que muitos de seus comtemporaneos de maneiras que pra quem quiser ouvir,tah facil.

28/10/2005 12:20  
Blogger Rodrigo James said...

modafacar é você, que conseguiu o autógrafo e nóis tudo ficou lá na fila a ver navios.

sabia que quando eu olhei para o lado no final do show e não vi mais você, fernanda, aluizer e veinho, devia ter ido atrás.

e aí? bora montar o fã-clube Elvis Costello BH? Eu, você e Kiko Ferreira?

01/11/2005 01:21  
Anonymous Doolittle said...

daniela, qualquer coisa eu tenho os dois cds do mulheres negras. se puder ajudar em alguma coisa...

01/11/2005 11:02  
Anonymous carou said...

ai john,
eu não sei porque você cisma de pensar que todo mundo que lê essa bagaça aqui é ignorante.
ô mala!

01/11/2005 12:09  
Anonymous gabi said...

HA!
quando fui dando o "page down" e apareceu os quadradinhos xadrezes, jah sabia q se tratava do my aime is true! achei muito a fude ver os attractions, os caras tocam mais q muito jovenzinho tentando impressionar fazendo Miiii mi mi. mas pow, o q era aquele baixista?? sensacional!! quero ele pra mim! soh conhecia o cara pelo delivery man, ao vivo me apaixonei.

whats so funny about peace love and understanding foi massa, mais massa foi Radio, Radio.. agora no quesito "ninguem ta entendendo isso como eu", foi interessante ver a cara dele em olivers amy, enquanto cantava "one more widow, one less white nigger..". e acho q ninguem entendeu sobre o q eh less than zero, tb...theyve got the finest home movies that you have ever seen..

rubbs, estranho, a primeira vez q eu ouvi o elvis eu quis casar com ele. mas depois vi ele na fase mighty like a rose e desisti.

01/11/2005 15:01  
Blogger  said...

Eu nunca ouvi um som do cara...

Já ouvi falar muito dele...

Mas nunca achei CD pracomprar (se achasse compraria, me recomendaram horrores!!!) e Nunca lembro quando tô com o soulseek aberto...

Porra!!! Lembrei agora, mas meu HD não tem espaço pra nenhum bitezinho de música!!!

É isso que odeio no soulseek... Ele é folgado...

Calmaê que vou deletar algumas coisas...

08/11/2005 18:18  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home